Aquele momento…

… em que você percebe que anda trabalhando pra caramba, sem receber um tostão, porque precisa de referências e experiência local. O nome disso é “Voluntariado”, muito apreciado aqui nessa América. Mas, sinceramente, meus trabalhos acumulam. Ser voluntária soa mais fácil do que realmente é. Porque embora não aja remuneração e nem “patrão”, voluntariado vira obrigação. E daí fica chato. E, sinceramente, eu que não vou deixar de fazer algo que gosto ou de passar tempo com meus meninos, porque preciso trabalhar “de graça”. Nesta banda eu não toco mais!!! Né 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s